quinta-feira, 24 de julho de 2008

Coragem...

Hoje eu acordei meia só o pó, ontem fui no cinema assistir Batman... não é um dos meus favoritos mas eu estava afim de ver, 2h30 de movie, muitas falas não entendidas... queria muito uma legendinha em inglês mesmo pq ficaria mais fácil rs...

Televisão é uma coisa que não vejo muito aqui porque além de ser uma droga, eu fico viajando as vezes... Algo que eu amava no Brasil e aqui eu quase nem dou atenção... ligo a TV só para ter a impressão de que não estou sozinha... mas nem presto atenção... em quase 2 meses acho que so assisti mesmo TV com as crianças.

O meu post de hj na verdade é para relatar o quanto as pessoas motivam a gente a fazer determinadas coisas.

Na verdade se hoje estou aqui é porque um dia.. bla.. bla...bla... resumindo rs... conheci a Marcinha ( essa história esta lá no primeiro post do blog) e me motivou a vir, no começo eu achava que viria com o programa de summer de au pair... depois fui criando uma coragem lá do fundo que foi crescendo... crescendo... e olha aqui eu...

Nunca em toda a minha vida eu pesava que poderia viver tanto tempo longe da minha familia que para mim eh tudo nessa vida. Quem me conhece sabe o quanto sou ligada neles, o quando fui mimada, o quando grudada na barra da mamãe...

Mas um dia aqueles que pensam em crescer, pensam também em mudar...e toda mudança é dolorosa mas ela sempre traz aprendizados... sejam felizes ou não.

Quando eu comecei a viajar horrores sentia muita falta de casa, mas também sentia que dava para viver sozinha. Quando eu olhava os anúncios de emprego e via que todas as vagas precisavam de inglês... cada vez mais essa vontade crescia... ai "um belo dia resolvi mudar" rs...enchi meu peito de coragem...porque eu já sabia que não queria ficar e nem aguentar aquela vida na Akzo por muito tempo, também o que adiantava eu ir procurar emprego e sempre me sentir frustada por não ter uma boa comunicação em inglês...também sentia uma cutucada no cotovelo de muitos colegas que conheciam o mundo... outras culturas...outros países... olhava aquelas fotos e sempre achava que estavam muito distantes de mim... mas hoje sei que tudo é possível, que nada é tão longe porque os empecilhos estão na nossa cabeça e não na vida.

Muitos não acreditavam mas hoje estou eu aqui para provar que basta ter coragem e vontade porque nada é impossível. Vir como au pair não é talvez mais fácil, mas também não sei se mais dificil... tudo o que posso responder é que com o tempo as coisas se encaixam... você começa a se sentir de casa, começa a se sentir querida, começa a fazer amigos, começa a querer se aventurar, começa a ver seu inglês progredir... É muito mais do que eu esperava... pois eu vim para cá com mil e uma armaduras... não se fico um ano...se minha familia não gostar de mim eu troco...se...se...se...se... mas para que tudo isso... no final eu estou vendo que tudo esta dando certo.

Se alguém me perguntar o que eu acho de ser au pair eu respondo hj que não me arrependo mais de ter vindo assim... no começo sim me arrependia, mas não vale dar atenção para uma au pair recem chega porque a adaptação não é fácil... para mim não foi...sentimentos estão a flor da pele, raciocínio baixo... emoção gritando...

O que eu sempre falo é maturidade e a palavra chave, maturidade para ter paciência, para ficar calado muitas vezes com vontade de mandar ir todo mundo para puta que pario( sorry), maturidade para dirigir, maturidade para cuidar das crianças, maturidade nas decisões, maturidade para sair, viajar e se diverir. Tudo isso em mente...fica fácil... a rotian é fácil... muito mais gostosa do que levantar todo dia parair trabalhar... sim eu sinto falta, mas para que pensar nisso agora se tenho um ano... me sinto de férias aqui porque para mim ficar com as crianças... ou fazer o que faço aqui não eh trabalho ( no sentido de job... profissão)... dá trabalho sim...mas não eh o que considero de trabalho. No final vc tem que entrar no jogo e em todos os momentos tentar ter diversão...seja com as crianças... hosts...amigos...sozinha.

A Marcia um dia me encorajou...uma amiga querida do Inglês Aninha, vendo essa minha aventura e de uma outra amiga também esta vindo para cá... e eu digo a todas vocês que aqui entram todos os dias... se tem vontade... encham seus peitos de coragem, tirem o tabu da cabeça porque vale muito mais do que a pena... do que adianta sonhar se não nos propusemos a mudar... mudar e muito bom ,não tenham medo, mudar e crescer, é aprender, e viver. Existe coisa melhor que isso:(interrogação rs...). É claro que não... não existe melhor coisa no mundo do que realizar uma vontade, do que mudar, sair da rotina, buscar a falicidade, buscar desafios... é muito mais fácil se arrepender do que foi feito do que daquilo que não saio da mente.

Vir como au pair é um meo barato sim... e nem foi por isso que eu vim para cá... se eu quizesse poderia ter vindo como intercâmbio de estudante, mas eu quiz poupar dinheiro, quiz me sentir mais segura porque dessa forma você até está sozinha mas tem uma familia que te suporta aqui e querendo ou não te da segunça... wherever...venham viver isso tudo porque me emociono em poder um dia dizer que eu morei fora do país, que eu cresci muito como pessoa, que conheci novas culturas, que meu inglês melhorou, que tive e terei muitas oportunidades profissionais por conta disso.

Ahhhh Brasil.... você um dia para mim foi grande e hoje você deixou de ser um mundo e virou um páis...

PS> Desculpem os erros de português, mas meu tempo é curto... eu amo escrever aqui então... ou eu posto desse jeito meu de qualquer jeito sem ler... ou eu não posto então prefiro a primeira opção e aquela idiota que sempre vem aqui (por curiosidade eh claro e desce a lenha no meu português) vai se danar porque não ligo... lingua para vc... xooo invejosa.

12 comentários:

Anônimo disse...

Oie Gi. Tudo bem. Sou a Mih. Estou estudando/trabalhando/ e tentando de alguma maneira tornar meu sonho em realidade. Fiz um ano de faculdade e tranquei para correr atras do tempo qe perdi em aulas de ingles, sem prestar atenção nelas. Minha cnh está ok, passaporte ok, experiencia com crianças tenho pra dar e vender, ... mas não é só disso qe consiste esse nosso sonho. É preciso de coragem tb, e mta determinação. Muito obrigada por suas lindas palavras. Nos ajudam, em muito. Qe Deus abençoe o seu ano ai. Muitos beijos. Micheli - mih.pp@hotmail.com

Mariângela disse...

Oi Gisele,
EU sempre leio seu blog. Vc escreve muito bem e eu sei como e isso de nao ter tempo.
Quando estava no processo, lia seu blog e agora que cheguei aqui nos US e que estou vivendo as mesmas coisas ou parecidas, bem me sinto da mesma forma em relacao a coragem. Eu fiquei emocionada com seu blog, estou ate chorando agora, sorry. To muito feliz aqui, mas nao e facil. Saudades, enfim.
Mas to muito feliz de ter tomado a decisao de ter vindo para ca e estou curtindo muito.
BJS

Camila disse...

Oi Gi....
Sempre leio seu blog e não tinha como não comentar o post de hj... justamente as palavras que eu precisava ouvir!!!!Estou com meu application desde março mais coragem têm me faltado...sou como vc, super ligada a família,namorado,cachorro,papagaio...rs mais sempre que leio os blogs de quem já tá aí, me pego sonhando por aqui...rsrsr Enfim,obrigada por essas palavras me ajudaram mto,mesmo!!!
(isso foi quase um post!rs)camillasilva3@msn.com
Good luck!

Anônimo disse...

Gi,

como dizem, a inveja é uma "merda", e provavelmente essa que fica reparando o jeito que vc escreve deve ser uma frustrada que prefere reparar no português ao invés de tentar melhorar e aprender outra lingua.

Beijo

Pati

Gabs disse...

Gi,
Onde posso assinar em baixo de tudo que vc falou? hahahahaha
Tbm acho q eh putcha legal vir pra ca como au pair e que eh uma experiencia unica!!!
Soh vivendo mesmo pra entender!!
E me junto ao coro pra dizer para as meninas q querem vir terem coragem!!!
Beijocas

Michelle disse...

Ah eu nunca tive medo de ir, sempre louca de vontade, o meu problema é a agencia mesmo...
Fico feliz de ler este post e ver que vc não arrepende mais de ter ido, antes eu percebia que vc não estava satisfeita, pela forma como vc contava os dias pra voltar, por exemplo num post passado vc colocou faltam 335 dias... Ai eu ficava triste por ver que vc estava louca pra voltar.
Que bom que esta se adaptando

bjs

Kelly disse...

Oieeee
Sempre leio seu blog, mas acho que nunca comentei....hj não tinha como passar batida, tinha que dizer que suas palavras hoje mexerem bastante comigo, estou no processo de escolha de família e esse tem sido um tanto difícil pra mim (não estou conseguindo achar uma), mas seu blog hoje me fez refletir muita coisa, principalmente a força e coragem que estou tendo para continuar e espero que em breve eu possa estar escrevendo se não o mesmo, parecido com você.
Bjãooooo e obrigada pelo post de hj viu!!!

Andreia Pierangeli disse...

Tata,

Primeiro é bom ter um lugarzinho para desabafar e contar as pessoas que ainda vão passar por isso que vc esta passando, um pouqinho de como é estar longe de casa e de td que vc ama.. Senta a lenha..
Depois, manda esta VACA que não tem o que fazer ir para P.Q.P, que se ela fosse uma pessoa inteligênte, ela até poderia ler seu Blog, mas não comentária.. Não tem peste maior no mundo que xeretar a vida dos outros..
" OH FULANA... VC SABE QUE VC TEM MAIS DO QUE A GISELE??? TEM MAIS É QUE SE F......... INFELIZ...queremos mais é que vc se F.. e as nossos Peitos cresçam..

Bjo tata.. te amo

Nani disse...

Ai Gi!
Muito muito bom seu post! Muito lindo mesmo... tem horas q eu penso em desistir, mas e o medo de me arrepender e deixar de viver tudo q me espera ai aparece logo, e tira essa idéia da minha cabeça.
Já já estou ai, se Deus quiser.
Pra aprender, crescer, batalhar e vencer ;)

Bjo grande!

Mari Z. disse...

Gi, é aquilo que eu te disse qdo estávamos em Boston... tenta focar no seu objetivo e na idéia de que logo você estará junto com a sua família novamente, que tudo fica melhor!! Fácil nunca é, mas a gente pode achar alguns truques pra ficar menos difícil. ;-)

Nossa, e isso que vc falou sobre o Brasil (Ahhhh Brasil.... você um dia para mim foi grande e hoje você deixou de ser um mundo e virou um páis...) é perfeito, tenho exatamente essa sensação agora que estou do outro lado da América.

Bjos!

Mari.

Paula disse...

Gi amei o post! Amei ver como vc esta melhor!!!! Sabe q eu acompanho seu blog desde o comecinho como se fosse novela das oito ne? E estava mesmo preocupada com vc... mas agora entao posso me despreocupar ne? Nossa vida aqui nao e as mil maravilhas, mas uma coisa compensa a outra, e qdo a gente entende isso td melhora!
Bjao

Anônimo disse...

Olá! Antes de tudo desculpe pela "intromissão" no seu blog.
Trabalho e estudo, vou me formar no fim do ano e estou pensando em seu au pair ano que vem. É a primeira vez que leio o seu blog e ele me deixou mto animada, mas tenho uma colega que acabou de voltar dos Estados Unidos,não aguentou ficar por lá.
Vi tmb que vc é formada em Adm com habilitação em Mkt , eu também vou me formar em Adm, só que com hablitação em Comex, então seria uma experiência interessante para mim..
Vc realmente acha que ficar um ano fora compensa ?
Desde já agradeço,
Desculpe me novamente e boa sorte pra vc !!!
Carol.